www.forcaportugal.org

Homem que matou filha recém-nascida ao murro foi encontrado morto na cela de...

Homem que matou filha recém-nascida ao murro foi encontrado morto na cela de prisão

Um pai que matou a filha com dois dias de idade porque ela não parava de chorar foi encontrado morto na sua cela.

Liam Deane, de 22 anos foi para a prisão à um mês quando foi encontrado culpado por bater na cara na Luna causando feridas fatais, escreve o Metro.co.uk.

John Westland, de 28, foi acusado de homicídio depois de Deane ter sido encontrado morto na sua cela em HMP Leeds no Domingo.

Westland foi algemado durante uma breve audiência, em que apenas falou para confirmar os seus dados pessoais.

Leeds Crown Court ouviu que a mãe da Luna, Karen Bissett, a deixou com Deane enquanto ela dormia, mas ele perdeu a paciência quando a Luna continuou a chorar durante a noite.

Michael Smith, o advogado de acusação, disse que a bébé sofreu danos no cérebro, corpo e rosto.

Homem que matou filha recém-nascida ao murro foi encontrado morto na cela de prisão - 1

O Sr.Smith disse: "Ele disse que era responsável por todas as lesões que ela sofreu e disse que esta não se acalmou e portanto perdeu o controlo."

Bissett, de 21 anos, subiu as escadas na casa da família em Wakefield, West Yorkshire no dia 11 de Julho.

No dia seguinte, uma ambulância foi chamada depois de Deane disse a Bissett que a bébé estava com dificuldades em respirar depois de ter caído e batido com a cabeça.

Luna foi levada para Leeds General Infirmary depois dos paramédicos notarem que o seu rosto estava todo inchado.

Homem que matou filha recém-nascida ao murro foi encontrado morto na cela de prisão - 2

Ela acabou por falecer nos cuidados intensivos três dias depois o ataque, no dia 14 de Julho.

Um médico conclui que Luna morreu depois de sofrer um traumatismo craniano, o que a deixou com "lesões cerebrais catastróficas".

Deane acabou por confessar quando admitiu à polícia que socou Luna no rosto, apertou o seu corpo e braço e a sacudiu.

Fonte: Metro.co.uk