Rania Youssef tem 45 anos e é uma das mais famosas atrizes egípcias. A bonita morena foi uma das estrelas presentes no Festival de Cinema do Cairo, mas acabou por ficar com todo o protagonismo do prestigiado evento de cinema do seu país.

Tudo por culpa da vestimenta escolhida e dos rígidos costumes no Egito. A bonita atriz foi acusada de "incitar a libertinagem" e corre mesmo o risco de apanhar uma pena de cinco anos de prisão, se for considerada culpada das acusações.

Em causa, um vestido preto com que ela deslumbrou na passadeira vermelha do Festival de Cinema. A parte de baixo do vestido era transparente, deixando vislumbrar as pernas da beldade egípcia.

O vestido tem um estilo bastante comum neste tipo de eventos, onde as transparências são muito usadas, mas no Egito, o mesmo não foi nada bem aceite pelos costumes do Egito.

Samir Sabri, um advogado egípcio falou sobre este caso à agência AFP: "A forma de se apresentar de Rania Youssef é contrária às tradições, aos valores da sociedade e dos seus costumes, e isso afetou o festival e a imagem da mulher egípcia". Desta forma, o advogado justificou a acusação que a atriz está a ser alvo, e a possível condenação.

Entretanto, Rania já pediu desculpa pelo sucedido.


Fonte: google
Crédito da foto: Google